BrLab 2017

Convidados

  • Camila Nunes

    Formada em Cinema, trabalhou 10 anos no Grupo Polo de Imagem / Pacto Audiovisual / Televisão América Latina. Desde 2012, é produtora executiva do núcleo de Entretenimento da produtora bigBonsai, focado no desenvolvimento de projetos em coprodução internacional. Com a Argentina desenvolve O Livro dos Prazeres com a produtora Rizoma Films e La Barbarie com a produtora Le Tiro. Também co-produz El Gol Más Triste com a Manufactura de Películas (Chile) e Lucía Films (Mexico), além do Stanislao com a Animal Tropical Cine (México). Já o longa Corte Frio, foi o único projeto brasileiro selecionado em 2017 para participar do Eave Producers’ Workshop.

  • Carolina Kazumi

    Graduada em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo e com pós-graduação em Audiovisual – Projeto e Negócio pelo SENAC, ela atua no mercado de entretenimento desde 2007, especialmente na área de cultura. Atuou também como gestora de projetos patrocinados por grandes empresas, como Vale S/A, Natura (Natura Musical), BG Brasil, EDP e Instituto Claro. Atualmente é advogada da equipe de audiovisual São Paulo do escritório Cesnik, Quintino & Salinas Advogados e ministra aulas em cursos do ramo cultural na Academia Internacional de Cinema, Instituto Nacional de Cinema, PUC/SP-COGEAE e Cultura & Mercado.

  • Eilon Ratzkovsky

    Produtor. Produziu diversos longas-metragens e séries para a TV nos últimos 25 anos, como CEO da July August Productions, produtora israelense que ele fundou em 2003. Entre os 22 filmes que produziu, estão The Band’s Visit, Mountain, Zero Motivation – todos exibidos e premiados em diversos e importantes festivais de cinema. Também produziu diversas séries para TV em Israel, das quais algumas foram refilmadas localmente em outros países. No ano passado, atuou como tutor do TorinoFilmLab e dirigiu o TFL Extended. Também dirige a Quiddity, empresa de conteúdo especializada no desenvolvimento de filmes de alta qualidade para canais de TV europeus.

  • Gerardo Michelin

    Formado em Ciências da Comunicação. Em 2003, depois de ser produtor em canais de TV no Uruguai e na Espanha, começa uma carreira em jornalismo especializado, na editora espanhola Exportfilm e na revista inglesa C21 Media. Foi chefe de imprensa de Cartoon Forum e Cartoon Movie, organizados pela Associação de Produtores Europeus de Animação. Em 2007 funda LatAm cinema, portal para profissionais especializado em cinema latino-americano, fonte regional fundamental de informação. Foi júri de diversos certames e deu palestras sobre imprensa cinematográfica especializada em festivais e mercados como a Red de Festivales Mexicanos de Cine, BrLab, Festival de Lima, SANFIC e BAFICI.

  • João Mattos

    Produtor da Terratreme pela qual produziu dezenas de filmes e distribuídos por todo o mundo, e apresentados em festivais como Berlin, Roterdão, Bafici, Mar del Plata com mais de uma centena de prémios alcançados nomeadamente em Cannes, Locarno, Rio de Janeiro, Munique ou Karlovy Vary. Em 2017 produziu ou co-produziu alguns dos títulos mais importantes do ano como A Fábrica de Nada, Era uma vez Brasília, Los Perros ou Milha, entre outros.

  • Juliette Lepoutre

    Tornou-se produtora depois de 15 anos trabalhando com empresas do Vale do Silício, desenvolvendo mercados internacionais. Em 2007, co-fundou a MPM Film, trabalhando com diretores como Sitaru, Serban, Tarr, Murat, Mghvdeladze, Koutras e Galvez. Em 2015, cofundou a produtora Still Moving com Pierre Menahem, produzindo Pendular, de Julia Murat (Prêmio Fipresci no Berlinale) e distribuindo filmes como The Last of Us, de Ala Eddine Slim (Tunísia) e o multipremiado In the Last Days of the City, de Tamer El Said (Egito). Lepoutre participou como especialista em diferentes laboratórios de produção, foi jurada em diversos festivais e participou do comitê de seleção da Cinefondation Residence 2015.

  • Leonardo Mecchi

    Produtor. Dentre suas produções, destacamse: Obra (Gregório Graziosi), Super Nada (Rubens Rewald) e Chantal Akerman, de c á (Gustavo Beck e Leonardo Luiz Ferreira). Como diretor da empresa Enquadramento Produções, finaliza atualmente os filmes Mormaço, de Marina Meliande e Los Silencios, de Beatriz Seigner. Está ao mesmo tempo em filmagem de A Morte Habita à Noite, de Eduardo Morotó, além de desenvolver A Febre, de Maya DaRin. Paralelamente, Leonardo Mecchi tamb ém atua como curador, jurado e produtor de festivais e mostras de cinema.

  • Mariana Brasil

    Tem 20 anos de experiência em produções independentes e 9 em produções para TV – em produtoras e em um canal – com participação em mais de 50 obras para TV. Desde 2012 é sócia da empresa mari brasil que faz consultoria e ministra cursos em desenvolvimento de projetos para TV. Atendeu mais de 1000 alunos e produtores independentes no Brasil. No início de 2017 se uniu a outras três profissionais do mercado num coletivo de produtoras executivas com serviços de produção, orientação e análises de materiais audiovisuais. C/as4atro são quatro executivas com áreas complementares de atuação na produção audiovisual e consultoria de longas, séries de TV, propaganda e marketing.

  • Marina Pompeu

    Cineasta formada pela Universidade Federal Fluminense e pós-graduada em na Escola Superior de Audiovisual de Toulouse, trabalhou em diferentes produtoras brasileiras produzindo conteúdo para Nat Geo, Canal+, Nine Network e TLC. Em curadoria e programação, fez parte do Comitê de Seleção do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro por quatro anos, do Cinélatino por dois anos, e trabalhou também no Short Film Corner, em Cannes. Desde 2013 trabalha no Canal Brasil avaliando conteúdo nacional. Atualmente integra a equipe de Projetos, analisando roteiros, sendo interface com produtores terceirizados e negociando contratos de coprodução.

  • Meinolf Zurhorst

    Estudou História da Arte, Cinema, TV e Antropologia. É crítico de cinema e autor de quase 20 livros sobre cinema. Na década de 1980, co-fundou uma produtora focada em programas para a TV alemã, como Voice of Germany. Posteriormente, Meinolf Zurhorst co-fundou uma produtora também atuante em pós-produção. Corroteirista e diretor de vários documentários, sendo os dois de maior sucesso sobre dois atores alemães, Götz George e Mario Adorf. Na década de 1990, começou a trabalhar como editor de comissionamento no departamento de filmes do canal de TV ARTE, tornando-se diretor deste departamento. Em 2000, tornou-se chefe do departamento ARTE/ ZDF, que liderou até recentemente, quando se tornou chefe do setor de ficção do ARTE/ ZDF. Foi consultor do EAVE e ACE, e jurado em diversos festivais internacionais.

  • Nadia Dresti

    Nadia começou a trabalhar no Locarno Festival em 1984. Em 1988, tornou-se Diretora de Marketing para a Suíça na 20th Century Fox- Columbia TriStar. Em 1990, ela fundou a Zero Problem, agência especializada na promoção de filmes, relações públicas e com a imprensa, atendendo distribuidoras independentes, produtores e festivais de cinema. Ela trabalhou com o Marché du Film e o European Film Market, responsável pelos compradores. Em 1999, ela voltou a trabalhar exclusivamente para o Locarno Festival, inicialmente no Comitê de Seleção e, em seguida, como chefe do Departamento da Indústria, desempenhando um papel importante na expansão deste departamento. Desde 2013, ela atua como Chefe da Área Internacional e em 2017 tornou- se Diretora Artística Adjunta.

  • Rachel Ellis

    Em 2004, migrou para Recife, onde reside e trabalha. Possui mestrado em Política e Planejamento Social pela London School of Economics e trabalhou na área de desenvolvimento internacional até 2009. Em 2010, fundou a DESVIA junto com o diretor Gabriel Mascaro. Rachel é uma produtora criativa cujo trabalho envolve todas as fases de produção, desde roteiro e desenvolvimento de projeto até a pós-produção e distribuição com forte foco em co-produção internacional. Os filmes que ela produziu que incluiem o premiado Boi Neon (2015) e Ventos de Agosto (2014) foram todos exibidos em competições e festivais importantes, incluindo o IDFA, Veneza, Locarno e Toronto, ganhando mais de 100 prêmios e aclamação da crítica.

  • Renato Candido

    Vice-presidente da APAN – Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro. Bacharel em Audiovisual e Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Sócio-fundador da Dandara Produções Culturais e Audiovisuais. Diretor dos filmes Jennifer e Dara: a primeira vez que fui ao céu. Leciona a disciplina de Produção Audiovisual para Graduação em Publicidade na Faculdade Zumbi dos Palmares e da FAPCOM. Roteirizou episódios da série Pedro e Bianca, premiada no Prix Jeunesse Iberoamericano 2013, Emmy Kids Awards 2013 e Prix Jeunesse Internacional 2014.

  • Rodrigo Chacon

    Formado em Direito pela PUC-SP e pós- graduado em Direito do Entretenimento, Mídia e Propriedade Intelectual na Escola Superior de Direito da OAB, Rodrigo Chacon advoga na área audiovisual do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, onde atua tanto em sua parte consultiva, quanto contratual, assessorando os diversos agentes da indústria audiovisual brasileira como produtoras, emissoras, distribuidoras e programadoras brasileiras e internacionais, ministrando também aulas como professor convidado em cursos voltados para este mercado.

  • Sandro Fiorin

    Brasileiro, fundou a produtora FiGa Films em Los Angeles, em 2006, com Alex Garcia, para descobrir e distribuir conteúdo latino-americano na América do Norte, assim como representá-lo pelo mundo. Estudou cinema na FAAP e na New School em Nova York, onde viveu por 14 anos, mudando-se para Califórnia em 2001. Trabalhou no Film Forum, Universal e First Look Films. Foi programador do Festival de Cinema Latino em Atlanta e diretor artístico do IndieBrazil Film Festival em Los Angeles. Palestrante e júri em Sundance, San Sebastián, Cannes, Rotterdam e outros festivais. Desde 2010 produtor de projetos como Verano de Goliat, Los Viejos e Avanti Popolo.

  • Silvia Cruz

    Administradora de Empresas pela ESPM. Trabalhou na distribuidora independente Pandora Filmes, contribuindo na criação do Cineclube do Belas Artes. Produziu o projeto “Vá ao Cinema”, exibindo mais de 20 filmes nacionais no estado de SP. Trabalhou na distribuidora Europa Filmes, no lançamento de filmes nacionais, e na produtora Coração da Selva, na produção executiva. Em 2010 fundou a Vitrine Filmes, distribuindo mais de 100 títulos como O Som ao Redor, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho e Aquarius. Em 2011 iniciou o projeto Sessão Vitrine que desde 2016 recebe o apoio da Petrobras e lançou até o momento 30 filmes.

  • Tatiana Leite

    Formada em História da Arte por La Sorbonne e em Direito e Comunicação pela PUC-Rio. Foi coordenadora internacional e programadora no Festival do Rio por 9 anos. Foi parte do comitê de seleção dos Festivais Curta Cinema e Kinoforum, e assessora internacional da SEC-RJ. Em 2012, criou a produtora Bubbles Project, produzindo os filmes Aspirantes (Ives Rosenfeld), Pendular (Julia Murat), Benzinho (Gustavo Pizzi) e Família Submersa (Maria Alché).

  • Thiago Dottori

    Roteirista, consultor e vice-presidente da ABRA – Associação Brasileira de Autores Roteiristas. Escreveu mais de 80 episódios de séries para TV, como Destino São Paulo e Psi (HBO) ou Segredos de Justiça (Globo). Cocriador de Pedro e Bianca (TV Cultura), ganhadora do Emmy Kids Internacional. Escreveu os roteiros dos filmes Vips, Os 3, Trago Comigo e La Vingança

  • Thierry Lenouvel

    Formado em Cinema e Literatura Contemporânea. Através de Les Films du Sémaphores, distribuiu filmes de Pedro Almodóvar, Youssef Chahine e Emir Kusturica, entre outros. Atuou como agente de imprensa independente para mais de 150 títulos. Foi cofundador do Cinemed Film Festival em Montpellier e fundou o Fundo de Desenvolvimento de Roteiro de Amiens e o Final Cut em Veneza. Em 2001 Thierry fundou a Ciné-Sud Promotion, empresa voltada para a promoção de filmes de arte, e que produziu 30 filmes que já receberam mais de 200 prêmios internacionais.