BrLab 2016

Tutores

  • Agustina Chiarino

    É coordenadora do Comitê de Desenvolvimento de Projetos no Canal 10 do Uruguai, docente universitária e atua internacionalmente dando oficinas, tutorias e assessorias em atividades de formação e como júri em fundos e festivais. Em 2007, associou-se à Control Z Films, pela qual produziu os filmes Gigante (Biniez), Tanta água(Guevara-Jorge), Hiroshima e 3 (Stoll). Em 2011, fundou com Fernando Epstein a Mutante Cine. Através dela, produziram El 5 de talleres (Biniez) e foram coprodutores minoritários deHistoria del miedo (Nahistat) e Mi amiga del parque (Ana Katz). Também organiza oficinas de capacitação como o Puentes, com a EAVE.

  • Agustina Llambi Campbell

    Foi diretora de produção de filmes como Nacido y Criado, Leonera y Carancho, de Pablo Trapero; La Rabia, de Albertina Carri; e produtora executiva de Excursiones, de Ezequiel Acuña. Em 2011, fundou a produtora La Unión de los Ríos. É produtora executiva de El Estudiante, de Santiago Mitre; Los Salvajes, de Alejandro Fadel; El Cielo del Centauro, de Hugo Santiago; e La Patota (Paulina), de Santiago Mitre. Está produzindo La Cordillera, de Santiago Mitre, e Los Vagos, obra de estreia de Gustavo Biazzi. Entre seus projetos futuros se encontram Muere, Monstruo, Muere, de Alejandro Fadel, e 1922, de Martín Mauregui.

  • Fernanda del Nido

    Nasceu em Buenos Aires, se mudou para a Espanha, onde desenvolve sua carreira profis- sional. Na TIC TAC, liderou: Polvo (Julio Hernández Cordón, 2012); Tralas Luces (Sandra Sánchez, 2011); 18 Comidas (Jorge Coira, 2010); ¿Qué Culpa Tiene el Tomate? (ómnibus, 2009). Também participa como coprodutora em Tata Cedrón, el Regreso de Juancito Caminador, de Fernando Pérez; Design Detrás das Grades, de Margarita Leitão, e Agua Fría de Mar (Paz Fábrega, 2010). E, na SETEMBRO CINE, atualmente está preparando a estreia de Neruda, de Pablo Larraín (2016), e trabalhando em Una mujer fantástica de Sebastián Lelio e Princesita de Marialy Rivas, ambas previstas para 2017.

  • Juliana Rojas

    Juliana Rojas formou-se em Cinema pela ECA-USP em 2005. Escreveu e dirigiu, em parceria com Marco Dutra, os curtas O lençol branco (Seleção Oficial do Cinéfondation em 2005), Um ramo (Prêmio de Melhor Curta da Semaine de la Critique em 2007) e As sombras, bem como o longa Trabalhar cansa (Seleção Oficial da seção Un Certain Regard do Festival de Cannes em 2011). Também escreveu e dirigiu os curtas Vestida, Pra eu dormir tranquilo (prêmio de Melhor Curta em Toulouse em 2011) e O duplo (Menção Honrosa na Semaine de la Critique em 2012), e o longa Sinfonia da necrópole. Trabalha como montadora, e é membro do coletivo Filmes do Caixote.

  • Leonardo Mecchi

    É sócio-fundador da Enquadra – mento Produções. Foi editor da Revista Cinética entre 2007 e 2009. Em 2007, foi selecionado para o Berlinale Talent Campus, programa anual do Festival Internacional de Cinema de Berlim. Atuou na produção de longas como Obra, de Gregório Graziosi (Melhor Filme pela Crítica e Melhor Fotografia no Festival do Rio); Super Nada, de Rubens Rewald (Melhor Filme e Prêmio Especial do Júri na mostra Novos Rumos do Festival do Rio); e Quebradeiras, de Evaldo Mocarzel (Melhor Documentário no Festival de Toulouse, França; Melhor Direção, Fotografia e Som no Festival de Brasília). Também atua como curador, produtor e colaborador de mostras e festivais de cinema.

  • Marcelo Starobinas

    É roteirista e consultor de roteiros. Mestre em Roteiros de Ficção pela Columbia University, dedica-se à formação de novos autores com sua Oficina de Longas (em São Paulo) e workshops de Desen – volvimento de Personagens. Co-escreveu o longa-metragem Jean Charles. Atualmente é roteirista da série “Carcereiros” “Z(TV Globo, em produção). Antes de mergulhar na escri – ta audiovisual, dedicou-se ao jornalismo, com passagens pelas redações do Jornal da Tarde, O Estado de S. Paulo, Folha de São Paulo e BBC World Service, em Londres.

  • Mariana Rondón

    Estuda cinema de animação em Paris e se gradua na Escuela de Cine EICTV, Cuba. Atualmente produz “Contactado”, que será dirigido por Marité Ugás. Em 2013 estreia como diretora, no filme “PELO MALO”, ganhador da CONCHA DE ORO ao Melhor Filme Do Festival de San Sebastián; entre outros 44 prêmios. (Prêmios de Roteiro: Festival de Torino, Mar del Plata, entre outros. Produz EL CHICO QUE MIENTE, dirigido por Marité Ugás, estreado no Berlinale Generation 2011. Em 2007 estreia POSTALES DE LENINGRADO, recebendo 25 prêmios internacionais. A LA MEDIA NOCHE Y MEDIA (1999), co-dirigido com Marité Ugás, estreou no Festival Internacional de Tokio. Nas Artes Plásticas trabalha em robótica e arte electrônica.

  • Miguel Machalski

    Nascido em Buenos Aires de pai polonês e mãe inglesa, está radicado em Paris há muitos anos. Especialista internacional em todos os diferentes aspectos do desenvolvimento e da criação de roteiros cinematográficos: análise, assessoria, ensino e escritura. Realiza oficinas e consultorias em diferentes países e publicou três livros sobre escrita audiovisual.

  • Paula Astorga

    É formada no Centro de Capacitación Cinematográfica, se especializou em Direção e Produção (1999). Depois de muitos anos dirigindo comerciais e videoclipes, passou a atuar como promotora do audiovisual e como produtora. Em 2004 fundou o Festival Internacional de Cinema Contem – porâneo FICCO (2004-2008). Em 2010 assumiu a direção geral da Cinemateca Nacional do México (2010-2013). Participou como jurada no BAFICI, Miami International Film Festival, RMFF, FICUNAM, FIC Valdivia, Seminci em Valladolid, na Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes para o Prêmio Europa Cinemas Label, e recentemente no Festival de Mar del Plata.

  • Rafael Sampaio

    Rafael Sampaio é diretor geral do BrLab, produtor e sócio fundador da produtora Klaxon Cultura Audiovisual. Formou-se em Cinema pela FAAP (São Paulo, 2002), cursou Máster em Estudos Teatrais e Audiovisuais (Universidade da Coruña, Espanha) e Especialização em Vídeo e Novas Tecnologias Online-Offline (MECAD-Barcelona). Atua também, desde 2001, como produtor e programador de mostras e festivais de cinema. Foi programador de cinema em diversos espaços culturais tais como Museu da Imagem e do Som de São Paulo – MIS, Cinemateca Brasileira e Cine Olido, além de ter produzido mostras e festivais como Jornada Brasileira de Cinema Silencioso, Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, entre outros. Atua também como coordenador de cursos e plataformas para formação profissional como os Laboratórios de Desenvolvimento de Projetos do Prodav 4/2013 e 2014, para diferentes tipologias (séries de ficção, séries de animação, séries documentais e longas de ficção e animação). Pela Klaxon é ainda produtor dos filmes O PACOTE (curta-metragem, Rafael Aidar, 2012), SOBRE RODAS (longa, Mauro D’addio, 2017), UM CASAMENTO (longa-metragem, Mônica Simões, 2017), entre outros projetos audiovisuais da produtora em finalização e desenvolvimento.