Querido trópico

Erika (17) acaba de receber uma bolsa para estudar Direito em uma conceituada universidade. Para sua mãe e sua avó, Erika é uma bênção de Deus e a promessa de um futuro melhor. Isabella (17) estuda Direito porque sua mãe é uma advogada bem-sucedida. As duas meninas tornam-se cúmplices e o amor as surpreende. Isabella não se questiona em nada, enquanto Erika luta para tirar da cabeça sua mãe e os sermões do pastor. Uma noite, enquanto se tocam e se beijam no carro de Isabella, são surpreendidas por dois policiais. Isabella soluciona a situação com um suborno, mas Erika fica apavorada e resolve terminar tudo. No dia seguinte, elas discutem e se beijam. Mónica, uma amiga de Isabella que se sente deixada de lado e com ciúme, as filma sem que elas percebam e coloca o vídeo na internet. O vídeo torna-se viral, deflagrando a violência e a homofobia em torno delas até destruir o amor de Erika e Isabella.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

País: Panamá

Valor Estimado: US$ 300,000.00

Valor Captado: US$ 10.000,00

Direção

  • Ana Endara Mislov

    Ana Endara Mislov é formada pela EICTV em Cuba e estudou Ciências Sociais e Antropologia na Florida State University. Entre seus filmes estão Curundú e Reinas, documentários amplamente exibidos em festivais de cinema. Com Querido trópico, Ana realiza seu primeiro longa-metragem de ficção.

Produção

  • Nadyezhda Adames

    Nadyezhda Adames fez pós-graduação em Direção de Produção na Escola de Cinema i Audiovisuals de Catalunya. Desde então trabalhou como coordenadora de produção em projetos como Ruta de la Luna, de Juan Sebastian Jacomé, e La ruta, de Pituka Ortega Heilbron. Atualmente desenvolve seu primeiro longa como produtora, Querido trópico.