BrLab 2011

Jurados BrLab

  • Andrea Stavenhagen

    É formada pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM). Em 1993 iniciou sua trajetória profissional, colaborando na Direção de Produção de Curtas-Metragens do Instituto Mexicano de Cinematografia, e ocupou a Subdireção de Pesquisa e Divulgação do Centro de Capacitação Cinematográfica. Em 2005, integrou-se ao Festival de Guadalajara, encarregada do Encontro Ibero-Americano de Coprodução Cinematográfica. Atualmente é Diretora de Indústria desse festival.

  • Eva Morsch Kihn

    Cursou a Universidade de Paris Dauphine com um mestrado de management das organizações culturais. Trabalhou no festival Rencontres Cinémas d’Amérique Latine de Toulouse como coordenadora da plataforma da indústria. Faz parte do comitê de seleção de Cinema em Construção Toulouse e San Sebastián. Colabora com Le Pavillon Cinémas du Monde em Cannes, na qualidade de organizadora das atividades com a indústria e de seleção dos projetos.

  • José Carlos Avellar

    Crítico de cinema com textos publicados em jornais, revistas especializadas e livros de autores diversos. Autor de seis livros, entre eles A Ponte Clandestina – Teorias de Cinema na América Latina. Foi diretor cultural da Embrafilme, vicepresidente da FIPRESCI e diretorpresidente da Riofilme. Desde 1980 é consultor do Festival de Cinema de Berlim. Atualmente coordena a programação de cinema do Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro.

  • Sandro Fiorin

    Nascido no Brasil, Sandro Fiorin fundou a produtora FiGa Films em Los Angeles, em 2006, com o parceiro cubano-americano Alex Garcia, para descobrir e distribuir conteúdo latino-americano na América do Norte, assim como representá-lo pelo mundo. Criado no Rio de Janeiro, Fiorin estudou na Escola de Cinema da FAAP e na New School em Nova York, onde viveu e trabalhou por 14 anos, antes de mudar-se para a Califórnia em 2001. Cargos no Film Forum, Universal e First Look Films fazem parte de seus 20 anos de carreira na área. É programador do Festival de Cinema Latino Americano no High Museum of Art em Atlanta, e diretor artístico do IndieBrazil Film Festival em Los Angeles. Fiorin foi convidado para participar do júri e conduzir fóruns de discussão sobre a situação da distribuição alternativa em Sundance, San Sebastián, Cannes, Rotterdam, Toulouse e diversos outros festivais. Desde 2010 esteve envolvido na produção de premiados projetos, como Verano de Goliat, Los Viejos e Avanti Popolo.

  • Sara Silveira

    Atualmente é uma das mais ativas produtoras de filmes no Brasil. Começou trabalhando no cinema como assistente de produção e produtora de locações. Desde 1991, em parceria com Carlos Reichenbach, administra a produtora Dezenove Som e Imagens, com projetos que acumularam premiações e participações em festivais internacionais, entre eles Bicho de Sete Cabeças; Durval Discos; Cinema Aspirinas e Urubus; Os Famosos e os Duendes da Morte; e Trabalhar Cansa.

  • Viviana Saavedra

    Gestora cultural e produtora executiva da Producen Bolivia. Licenciou-se em ciências da comunicação social na Universidad Mayor de San Andrés. Foi professora nas escolas de cinema de Cochabamba e La Paz e gestora de oficinas de formação de diretores e atores na Bolívia. Como produtora executiva, realizou diversos longasmetragens, documentários e curtas em coprodução com países latinoamericanos. Também presta consultoria em estratégias de comunicação.