BrLab 2011

Apresentação BrLab

Um laboratório de ideias para América Latina

 

   Cada vez mais é reconhecido o papel fundamental das redes de formação e coprodução no cenário mundial de empreendimentos audiovisuais, tanto no que se refere ao desenvolvimento de projetos, financiamento e realização de filmes, quanto à comercialização, promoção e distribuição.

    Nos últimos anos vemos a expansão de novas iniciativas em torno da criação de laboratórios de desenvolvimento de projetos, possibilitando redes de coprodução, encontros, concursos, oficinas de diversos tipos. O BrLab é um pioneiro espaço brasileiro dedicado ao desenvolvimento de projetos de longas-metragens latino-americanos e teve, em sua edição inaugural, grande procura por parte de diretores, produtores e roteiristas da região, comprovando a necessidade da iniciativa no país.

   Nesse novo espaço, diretores, roteiristas e produtores latino-americanos podem trocar experiências e trabalhar seus projetos de forma intensiva em um ambiente de imersão, em contato com outros realizadores, empreendedores, consultores e palestrantes de diferentes nacionalidades.

    O BrLab é uma atividade da Associação do Audiovisual em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, com apoio da Cinemateca Brasileira, da Sociedade Amigos da Cinemateca, do Programa Ibermedia, do Ministério das Relações Exteriores e do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Na sua primeira edição recebeu o significativo número de 258 propostas, vindas de 16 países latino-americanos.

   Durante um período de nove dias, representantes dos projetos selecionados dispõem de consultoria aos seus roteiros e às suas produções, ministrada por especialistas de reputação internacional. As atividades incluem ainda palestras e encontros com profissionais nacionais e internacionais.

    Na categoria Estreantes, participam do BrLab 2011 projetos da Argentina, Brasil e México. A categoria Não Estreantes é dedicada a diretores com no máximo dois longas-metragens realizados, e nela estão reunidos trabalhos do Brasil, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, México e Uruguai.

    É com a expectativa de ver nos próximos anos essas histórias projetadas na tela, que agradecemos a todos os colaboradores e apoiadores e damos as boas-vindas aos participantes da primeira edição do BrLab.

 

Direção BrLab
Maria Dora Mourão, Francisco Cesar Filho, Jurandir Müller e Rafael Sampaio